Jardim vertical

A partir de estruturas de sustentação, pode-se levar o verde às paredes, externas e internas, para embelezar e purificar o ambiente.


A vegetação está subindo pelas paredes, literalmente. A criação de jardins em muros, fachadas de edifícios e paredes internas e externas das edificações já é uma tendência consolidada nas áreas de arquitetura, paisagismo e design.

Criações essas, conhecidas por diferentes nomes:  Muros Verdes, Paredes Verdes ou como preferimos, Jardins Verticais.

Hoje, o pouco espaço já não é mais desculpa para não se ter um jardim. Se faltam metros quadrados, a solução pode ser, "subir pelas paredes". Boa ideia que possibilita a criação de verdadeiros oásis em casas e apartamentos, onde os jardins verticais podem ter formatos variados e abrigar diferentes espécies.

Atualmente, para sua execução, existem no mercado, diversas e distintas técnicas e estruturas que possibilitam que o jardim desenvolva-se de forma harmoniosa, decorativa e eficiente.

Além de visualmente atraentes e porque não dizer decorativos, os jardins verticais também têm papel social e fitoterápico, auxiliando na retenção de elementos poluentes e nocivos do ar. Além de reterem parte da carga de gás carbônico do ar, servem como filtros purificadores, retirando do ambiente diversos poluentes que serão utilizados na fotossíntese e na alimentação das bactérias que se encontram nas raízes das plantas. Vantagem importante a ser considerada em ambientes internos.

A Agência Nacional da Aeronáutica e do Espaço dos EUA, a NASA, há anos, vêm realizando pesquisas que comprovam as propriedades de limpeza do ar das plantas e já descobriu diversas variedades de plantas decorativas capazes de absorver a poluição.

É comum não nos apercebemos que nosso organismo está exposto diariamente e constantemente a micro poluentes, uma vez que, em média, 90% do ar que respiramos provêm de espaços fechados. Nossa casa, local de trabalho, restaurantes, academias e tantos outros locais que frequentamos no nosso dia a dia podem conter inúmeras substâncias químicas liberadas por carpetes, pinturas, móveis, aparelhos de ar condicionado, os quais podem fazer mal a saúde, potencializando por exemplo, doenças alérgicas e respiratórias.

Está comprovado. Plantas tem propriedades fitoterápicas e de absorção, atuando como filtros de ar (Fito-remediação), sendo bastantes úteis para tornar o ambiente dentro de casa mais saudável.

Assim, porque não optar por algo belo e funcional?

« Voltar